Algumas palavras...

"O Céu é um grande livro, aberto, pelo amor de Deus, à inteligência do homem." Dr. Serge Raynaud de La Ferriè

segunda-feira, 21 de março de 2011

Astrologia Médica IV (Escorpião - Sagitário - Capricórnio)

ESCORPIÃO e

Data: 23 de outubro a 21 de novembro


Frase: "Eu desejo"
Verbo: controlar
Palavra: força
Natureza básica: detetive, aniquilador
Polaridade: negativo, feminino, yin
Quadruplicidade: fixa
Elemento: Água
Tipo do elemento: água profunda, escura e parada do pântano, do lago, do mistério
Regente: Plutão  Co-regente:Marte
Metal: ferro

Símbolo de Escorpião: e(representa a agressividade voltada para o exterior)

Anatomia e estrutura: órgãos reprodutivos masculinos (testículos, vesículas seminais), órgãos reprodutivos femininos (útero, trompas de Falópio, ovários), glândula supra-renal, genitália externa feminina e masculina, cólon descendente, próstata, nariz, bexiga, reto, ânus, sangue (glóbulos vermelhos)

Funções secundárias do signo: Auxilia o sistema de excreção de água e elemólitos através da aldosterona, hormônio secretado pelas supra-renais

Ossos: etmóide nasal, tuberosidade do ísquio, sínfise pubiana, ilíacos, cóccix

Músculos: cremaster, esfíncter anal externo, elevador do pênis, bulbo esponjoso, esfíncter vesical e uretral, elevador do ânus, transverso do períneo, ísquio cavernoso

Artérias: ilíacas internas, pudenda interna, vesical superior, vesical inferior, peniana, ovariana direita, ovariana esquerda, uterina, vaginal, sacral média

Veias: espermática, mesentérica inferior, plexo hemorroidal, pudenda, ovariana, peniana, dorsal do pênis, bulbo venoso vestibular



Patologias ou tendências:



1. Sífilis - O signo domina a região genital. Marte, co-regente, favorece as infecções; Plutão e o elemento Água causam tendência à destruição de tecidos, como ocorre na sífilis.

2. Condiloma - O elemento Água se relaciona com o crescimento, como as lesões verrucosas desta doença, e o signo Escorpião domina a genitália, região onde esta doença costuma se instalar.

3. Herpes genital - O elemento Água favorece o aparecimento de vesículas com água, como é o caso desta doença.

4. Gonorréia - O co-regente Marte favorece as infecções, especialmente as purulentas, como esta. E o signo Escorpião domina a região genital onde ela ocorre.

5. Fissura anal - Escorpião se relaciona com os orifícios inferiores, ânus e uretra. Plutão e o elemento Água, ligados ao signo, favorecem processos de destruição tecidual, levando ao aparecimento de fissuras.

6. Adenocarcinoma do reto - Escorpião se relaciona com o reto, e o elemento Água se

relaciona com o crescimento como a proliferação celular dos tumores.

7. Constipação intestinal - Escorpião relaciona-se com o reto e os orifícios inferiores. Plutão causa obstrução dos fluxos do corpo, dificultando a passagem das fezes.

8. Síndrome do cólon irritável - Plutão e Marte influenciando este signo geram forças opostas que desregulam a função do intestino.

9. Doença diverticular do cólon - Esta doença acomete o terço distai do intestino grosso, região regida por este signo. O elemento Água favorece acúmulos, como as fezes que ficam retidas nos divertículos.

10. Sinusite crônica - Escorpião relaciona-se com o nariz, e Plutão, seu regente, causa obstrução dos fluxos do corpo, provocando obstrução dos seios da face.

11. Rinite crônica - O regente do signo causa obstrução dos fluxos do corpo, causando constipação nasal.

12. Adenocarcinoma de ovário e do colo do útero, seminoma, mioma uterino - O signo está relacionado aos órgãos da reprodução; e o elemento Água, ao crescimento como a proliferação celular dos tumores.

13. Doença inflamatória pélvica - Plutão causa obstrução dos fluxos do corpo, gerando obstrução das trompas de Falópio. Escorpião está ligado a doenças venéreas, que são a fonte de infecção para as trompas.

14. Febre puerperal - O co-regente Marte favorece as infecções, especialmente as purulentas, como neste caso.

15. Acne vulgar - Escorpião relaciona-se com eliminação através da pele, e Marte favorece as infecções, especialmente as purulentas.

16. Eczema atópico - O signo está relacionado à eliminação através da pele e Marte propicia quadros inflamatórios.

17. Cistos sebáceos - Escorpião favorece o aparecimento de cistos na pele.

18. Hemorróidas - Escorpião se relaciona com os orifícios inferiores, ânus e uretra, e Marte propicia quadros inflamatórios.

19. Infertilidade - Escorpião relaciona-se com os órgãos da reprodução e Plutão causa obstrução dos fluxos do corpo, podendo causar esterilidade.

20. Cistite - Escorpião relaciona-se com os órgãos da pelve, como a bexiga, e Marte propicia quadros inflamatórios.

21. Incontinência urinária - O signo rege os orifícios inferiores, ânus e uretra. O elemento Água movimenta-se para baixo, favorecendo a saída de urina.

22. Cistite intersticial - Escorpião relaciona-se com os órgãos da pelve, como a bexiga, e o co-regente Marte propicia quadros inflamatórios.

23. Adenocarcinoma de próstata - O signo se relaciona com os órgãos da pelve, como a próstata, e o elemento Água se relaciona com o crescimento como a proliferação celular dos tumores.

24. habilidade emocional - Escorpião caracteriza-se por emoções fortes e antagônicas, e o elemento Água simboliza as forças emocionais que brotam do inconsciente

25. Estresse emocional - O signo se caracteriza por emoções fortes e antagônicas, o elemento Água simboliza as forças emocionais que brotam do inconsciente, e o co-regente do signo, Marte, se relaciona com reações tensas como o estresse emocional.

26. Doenças congênitas - O elemento Água domina as informações genéticas, Escorpião dificulta a divisão celular e Plutão pode causar deformidades.



Características da personalidade:



Escorpião lida com os processos fundamentais de transformação em todos os níveis. Essa transformação pode estar em plano mais ou menos elevado, dependendo da motivação do nativo em relação a mudanças. Em geral, o Escorpião trabalha sempre para melhorar, assim, o signo representa regeneração, perpetuação da espécie, perenidade da vida, criatividade, sexualidade. Possui grande poder, vontade e fortes desejos emocionais. As emoções são intensas. Sua vida certamente será uma luta constante para dominar o desejo através do uso criativo da vontade.

Em geral, o nativo age utilizando seu poder, de forma determinada. Nunca lida com a vida de forma superficial e costuma se envolver com coisas de importância. Tem dificuldade em delegar responsabilidade, trabalha muito, sempre em busca de perfeição.

Como o signo está relacionado ao impulso sexual e ao desejo, existe uma grande força emocional que encobre os envolvimentos românticos. Quando fora de controle, esta característica pode levar à possessividade, ao ciúme e à violência.

Escorpião está ligado às perdas no plano do físico, pois representa o ânus expelindo fezes, os órgãos genitais masculinos expelindo esperma. Os verbos do signo são: expulsar, decompor, destruir, transformar, consertar, reconstruir, regenerar, recompor, restituir.

É um signo de ambivalência, da dualidade Eros/Tanatos: impulso criador/ vida e impulso destruidor/morte. O nativo está sempre tentando se adequar ao impulso destrutivo (morte, angústias, obsessão) e ao impulso criador de vida. A sexualidade do Escorpião é bastante acentuada e a relação a dois pode ser passional ou desregrada. Liga-se ao invisível e à morte, ou ao que está além da morte, pois durante o ato sexual, através do orgasmo, o Eu morre ou desaparece por uns instantes. Assim, a sexualidade tem algo de misterioso, tende a ser difícil e insatisfatória porque o nativo reconhece que existe algo além do lado físico com o qual entra em contato durante as relações sexuais.



Esta ligação ao além, ao invisível da morte, gera um poder pessoal no Escorpião que é projetado pelo olhar, penetrante e magnético, que vê o que está escondido. É o signo mais defendido, secreto, enigmático e controlado do zodíaco. O Escorpião raramente fala de si e de seus sentimentos, só é traído pelo olhar, e seu poder pessoal vem dessa maneira secreta de ser. Possui grande atração por tudo que é misterioso.

A agressividade de Escorpião é bastante saudável quando ele necessita viver em meio hostil que demanda constante estado de defesa e ataque. Para ele, é necessário ser duro, corajoso, forte e, quanto mais dasafiado, mais forte fica. A expressão harmoniosa da agressividade é a coragem, a energia de vencer situações de crise e de se regenerar. É firme, possui poder da vontade capaz de transformar o ambiente através de sua energia. Tem consciência desse poder. Escorpião não permite fraqueza, nem em si nem nos outros, porém é generoso e possui compaixão. É grande defensor da justiça.

Quando a agressividade é canalizada de modo construtivo, a pessoa se volta para o amor, para a criação. Se canalizada de modo destrutivo, a agressividade é desarmoniosa e, assim interiorizada, pode haver tendências a suicídio ou morbidez, ciúme de posse, desejo de controle ou poder sobre os outros, arrogância, tirania, ódio, violência, intolerância, e a pessoa do signo sente que não tem muito a perder. Quando agredido não esquece, tem rancor e é vingativo.



Expressão positiva do signo: altivo, criativo, energético, apaixonado, intenso, firme na adversidade, leal, capaz de sentimentos e emoções profundas, corajoso, correto, profundo, capacidade para a pesquisa, intuição do invisível, poder de lidar com o além (e por isso é magnético), enigmático e misterioso, possui grande domínio de si mesmo.



Expressão negativa: angustiado, controlador, voluntarioso, rebelde, negativo, revoltado, cruel, vingativo, impaciente com a mediocridade dos outros, passional, mórbido, violento, possessivo, ciumento, ressentido, invejoso, inflexível, arrogante, extremista, agressivo. É obsessivo com a agressividade voltada para fora. Não é irônico, mas é sarcástico, e sabe penetrar na fraqueza dos outros, tem espírito de destruição e não perdoa.





ESCORPIÃO
PATOLOGIAS
ERVAS
Sífilis
Salsaparrilha (Smilax glabra), Ipê (Tabebuia sp), Violeta (Viola odorata)
Condiloma
Ipê (Tabebuia sp), Quelidônia (Chelidonium majus),
Tuia (Thuja occidentalis)
Herpes genital
Ipê (Tabebuia sp), Azedaraque (Melia azederach), Lúpulo (Humulus lupulus)
Gonorréia
Centela (Centella asiatica), Ipê (Tabebuia sp),
Erva-grossa (Elephantopus mollis)
Fissura anal
Ruibarbo (Rheum palmatum), Lúpulo (Humulus
lupulus), Erva-grossa (Elephantopus mollis)
Adenocarcinoma de reto
Ipê (Tabebuia sp), Quelidônia (Chelidonium majus),
Ruibarbo (Rheum palmatum)
Constipação intestinal
Ruibarbo (Rheum palmatum), Cáscara-sagrada
(Rhamnus purshiana), Azedaraque (Melia azederach)
Síndrome do cólon irritável
Lúpulo (Humulus lupulus), Azedaraque (Melia
azederach),Tiririca (Cyperus rotundus)
Doença diverticular do cólon
Ruibarbo (Rheum palmatum), Cáscara-sagrada
(Rhamnus purshiana), Quelidônia (Chelidonium majus)
Sinusite crônica
Murta (Myrtus communis), Magnólia-japonesa
(Magnolia liliiflora), Violeta (Viola odorata)

Rinite crônica
Macela (Achyrocline satureoides), Murta (Myrtus
communis), Magnólia-japonesa (Magnolia liliiflora)
Adenocarcinoma de ovário
Ruibarbo (Rheum palmatum), Ipê (Tabebuia sp),
Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Zedoária
(Curcuma zedoaria)
Doença inflamatória pélvica
Ipê (Tabebuia sp), Erva-grossa (Elephantopus mollis), Ruibarbo (Rheum palmatum), Sovereiro (Phellodendron amurense)
Febre puerperal
Sovereiro (Phellodendron amurense), Ísatis
(Isatis tinctoria), Ruibarbo (Rheum palmatum)
Acne vulgar
Tiririca (Cyperus rotundus), Ruibarbo (Rheum
palmatum),Violeta (Viola odorata)
Eczema atópico
Sovereiro (Phellodendron amurense), Erva-grossa
(Elephantopus mollis), Bucha-dos-paulistas (Luffa
cylindrica)
Cistos sebáceos
Ruibarbo (Rheum palmatum), Zedoária (Curcuma
zedoaria),Bucha-dos-paulistas (Luffa cylindrica)
Abcessos
Ruibarbo (Rheum palmatum), Violeta (Viola odorata), Ranúnculo (Ranunculus ficaria)
Hemorróidas
Erva-de-bicho (Polygonon acre), Peônia (Paeonia
officinalis), Castanha-da-índia (Aesculum hippocastanum)
Infertilidade
Sovereiro (Phellodendron amurense), Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Tiririca (Cyperus rotundus)
Cistite
Sovereiro (Phellodendron amurense), Erva-grossa
(Elephantopus mollis), Murta (Myrtus communis)
Cistite intersticial
Sovereiro (Phellodendron amurense), Malva-diurética (Malva verticillata), Erva-grossa (Elephantopus mollis)
Adenocarcinoma de colo de útero
Ipê (Tabebuia sp), Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Quelidônia (Chelidonium majus), Zedoária (Curcuma zedoaria)
Labilidade emocional
Tiririca (Cyperus rotundus), Lúpulo (Humulus lupulus), Açafrão (Curcuma longa)
Estresse emocional
Lúpulo (Humulus lupulus), Açafrão (Curcuma longa), Kava kava (Piper methysticum)
Prostatite
Sovereiro (Phellodendron amurense), Ruibarbo (Rheum palmatum), Urtiga (Urtica dioica)





SAGITÁRIO f
Data: 22 de novembro a 21 de dezembro


16.Frase: "Eu vejo"

Verbo: ensinar

Palavra: liberdade

Natureza básica: filósofo ou jogador

Polaridade: masculino, positivo, yang

Quadruplicidade: mutável (flexibilidade e adaptabilidade do que foi criado)

Elemento: Fogo (entusiasmo adaptável)

Tipo do elemento: o fogo da brasa que já queimou mas ainda pode ser reaceso

Regente: Júpiter

Metal: latão

Símbolo de Sagitário: f(Sagitário vem do latim "arqueiro", aquele que joga a flecha. Sagita é uma palavra que também vem de "sábio". O símbolo do signo é o movimento ascendente retido pelo traço horizontal ou é um traço horizontal que apóia ou suporta a liberação do movimento ascendente)

Anatomia e estrurura: fígado, vesícula biliar, vias biliares, tecido adiposo, parte do pâncreas, sistema vascular arterial, quadril, articulação coxofemoral, nervo ciático, coxas.

Ossos: ilíaco, fêmur, vértebras coccígeas, sacro

Músculos: ilíopsoas*, ilíaco, pectíneo, sartório, reto femoral, quadríceps, glúteos,

músculo grácil e grande adutor da coxa

Artérias: ilíaca externa, femoral profunda e femoral superficial, sacral lateral, glútea

superior e inferior

Veias: sacrais, ilíaca externa, safena magna, femoral

Funções secundárias do signo: as funções expiratórias dos pulmões — eliminação
do dióxido de carbono produzido durante o metabolismo.






Patologias ou tendências:



1. Hiperlipemias e hipercolesterolemia - Sagitário se relaciona com o metabolismo corporal e com o fígado, que regulam a quantidade de gordura no sangue. O elemento Fogo favorece quadros de excesso. Júpiter, regente do signo, também causa excessos e interfere no metabolismo dos lipídeos.

2. Síndrome de Cushing - O signo se relaciona com o metabolismo corporal, regulado pelos hormônios corticosteróides. Júpiter gera excessos glandulares, como no caso desta síndrome.

3. Miopatia proximal - Sagitário relaciona-se com a coxa. O elemento Fogo favorece alterações na musculatura.

4. Gota - O signo se relaciona com o metabolismo corporal, possibilitando seus desequilíbrios. Júpiter causa acúmulos no corpo, como é o caso do ácido úrico na gota.

5. Hipertensão arterial - Sagitário influencia a circulação arterial. Júpiter, regente do signo, favorece quadros de excesso, como a hipertensão.

6. Lombociatalgia - O signo se relaciona com o nervo ciático. O elemento Fogo favorece inflamações que afetam o nervo causando dor.

7. Artrose coxofemoral - Sagitário relaciona-se com a articulação do quadril. Júpiter favorece alterações metabólicas que afetam a cartilagem articular provocando artrose.

8. Desordens na região baixa das costas causadas por quedas como traumatismos na região dorsal - Sagitário favorece quedas em movimento (por exemplo: queda de cavalo ou de motocicleta) e se relaciona com a região baixa do dorso. O elemento Fogo propicia a ocorrência de traumatismos.

9. Sacroileíte - Sagitário relaciona-se com a articulação sacroilíaca, e o elemento Fogo favorece inflamações.

10. Dor coccígea - Sagitário relaciona-se com o cóccix e o elemento Fogo favorece inflamações.

11. Brucelose - A brucelose costuma causar febres prolongadas e acometer a articulação sacroilíaca e as vértebras lombares, todos relacionados a Sagitário. Ela é mais comum em pessoas que lidam com eqüinos e bovinos, também relacionados a este signo.

12. Acidente vascular cerebral - Sagitário influencia a circulação arterial. Júpiter favorece quadros de excesso que, associados ao elemento Fogo, podem causar rotura dos vasos e hemorragia no cérebro.

13. Distensão muscular – Sagitário favorece quedas e traumas, particularmente nas coxas e parte baixa da região dorsal, e o elemento Fogo favorece alterações na musculatura.

14. Obesidade - O signo se relaciona com o metabolismo corporal, possibilitando seus desequilíbrios. Júpiter causa acúmulos no corpo além de propiciar distúrbios dos lipídeos.

15. Aterosclerose - Sagitário influencia as artérias. Júpiter gera excessos e alterações dos lipídeos, como o acúmulo de gordura nas células endoteliais, que ocorre na aterosclerose.

16. Esteatose hepática - Sagitário relaciona-se com o fígado. Júpiter gera excessos e alterações dos lipídios, como o acúmulo de gordura nas células hepáticas que ocorre na esteatose.



* Ilíopsoas é um músculo que insere-se no Iríaco e vai até o fêmur



Características da personalidade:

Sagitário é um signo duplo, internamente dual, que vive dividido entre seu lado animal/instintivo e seu lado humano/transcendente que tem aspirações mais elevadas. O Sagitário tende à fusão dos dois eus, ou unificação do instinto/razão, terrestre/celeste.

O regente de Sagitário é Júpiter, planeta físico mais volumoso, planeta da expansão, das viagens e do ensinar. A palavra Júpiter vem do latim jovial, eufórico, espontâneo, expansivo. Assim, o sagitariano costuma atingir seus objetivos através do poder do pensamento positivo. Parece que Júpiter sempre aparece para salvar o sagitariano nos piores momentos.

A pessoa do signo de Sagitário costuma ser honesta, justa, generosa, extremamente franca, de uma franqueza que parece falta de sensibilidade mas que em verdade se origina em sua infantilidade. Não esconde a verdade e não consegue guardar segredos.

É generoso e extravagante, é audacioso, não tem medo, anda pelos caminhos que quer porque a flecha direciona seu caminho, com gosto pela aventura. São os viajantes, os exploradores. Sagitário representa países estrangeiros, distantes, exóticos, os fatos curiosos, a filosofia, a ética e a religião. Representa, também, a busca através de viagens longas, da abertura de horizontes, tanto física quanto intelectual, os estudos superiores e o mestre que ensina. Necessita de ter experiências e vivenciar o mundo, assim tem gosto pelas viagens a lugares distantes, tanto física quanto mentalmente.

O nativo deste signo costuma ser um pensador, preocupado com o bem-estar da sociedade. Mesmo quando não tem educação superior, possui capacidade para o pensamento abstrato, ligado à ordem transcendente. A lei espiritual e a ética são de grande importância e o sagitariano é bastante idealista e até capaz de ver o futuro.

Há dois tipos de Sagitário:

1. Aquele com tendências idealistas acentuadas, relacionadas com o transcendente, com a justiça, a moral e a elevação. São pessoas ligadas à Igreja, à teologia, à filosofia, ao idealismo. É o pesquisador, o que busca a verdade e possui a mente aberta. Pode também ser uma pessoa voltada para um conformismo burguês, ser terrestre, acomodada, que gosta de dinheiro (tem dinheiro) e para quem a moral é importante. 2. O instintivo animal, que tem a vida livre, é aventureiro, tem gosto pelo perigo, por esporte e viagens a lugares distantes. Se desarmonioso pode indicar uma pessoa voltada para o individualismo, para a liberdade selvagem, com atração pelo risco, pela aposta, pelo jogo. Exagera no instinto: comida, bebida e sexualidade. Não se firma em nenhuma relação, traça o caminho do menor esforço.

O desafio de Sagitário é criar um equilíbrio entre essas duas vertentes.



Expressão positiva do signo: vivo, franco, magnânimo, justo, benévolo, leal, bem-humorado, compreende e reconhece a autoridade, a hierarquia e a disciplina



Expressão negativa: dogmático, falso profeta, exagero social, necessidade exagerada de se divertir, sabe provocar a admiração imerecida de sua pessoa, ostentação



SAGITÁRIO
PATOLOGIAS
ERVAS
Hiperlipemia
Alga kumbu (Laminaria japonica), Mirra (Commi phora myrrha), Folha de pessegueiro (Prunus persica), Açafrão (Curcuma longa)
Hipercolesterolemia
Alho (Allium sativum), Açafrão (Curcuma longa), Chapéu-de-couro (Echinodorus macraphyllum)
Síndrome de Cushing
Chapéu-de-couro (Echinodorus macraphyllum)
Transagem (Plantago major), Genciana-brasileira (Lisianthus pendulus)
Miopatia proximal
Alga kumbu (Laminaria japonica), Fruto do juazeiro (Ziziphus joazeiro), Açafrão (Curcuma longa)
Gota
Freixo (Fraxinus bungeana), Transagem (Plantago major), Chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllum)
Hipertensão arterial
Uncaria (Uncaria rhincophylla), Umbaúba
(Cecropia peltata), Rauvolf ia (Rauvolfia serpentina)
Lombociatalgia
Açafrão (Curcuma longa), Garra do diabo
(Harpagophytum procumbens), Angélica
(Angelica archangelica)
Artrose coxofemoral
Garra do diabo (Harpagophytum procumbens), Angélica (Angelica archangelica), Ramos da amoreira-branca (Morus alba)
Traumatismos da região dorsal

Mirra (Commiphora myrrha), Semente de pêssego (Prunus persica), Açafrão (Curcuma longa)
Sacroileíte
Mirra (Commiphora myrrha), Garra do diabo
(Harpagophytum procumbens), Angélica (Angelica archangelica), Ramos da amoreira-branca (Morus alba)
Dor coccígea
Mirra (Commiphora myrrha), Garra do diabo
(Harpagophytum procumbens), Angélica (Angelica archangelica), Ramos da amoreira-branca (Morus alba)
Brucelose
Copois (Copas chinensis), Musgo (Cemaria
islandica), Oldelând ia (Oldelandia diffusa)
Acidente Vascular Cerebral
Mirra (Commiphora myrrha), Angélica (Angelica archangelica), Açafrão (Curcuma longa)
Distensão muscular
Mirra (Commiphora myrrha), Garra do diabo
(Harpagophytum procumbens), Angélica (Angelica archangelica), Ramos da amoreira-branca (Morus alba)
Obesidade
Mirra (Commiphora myrrha), Alga kumbu (Laminaria japonica), Freixo (Fraxinus bungeana)
Arterosclerose
Açafrão (Curcuma longa), Mirra (Commiphora myrrha), Chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllum)
Esteatose hepática
Açafrão (Curcuma longa), Mirra (Commiphora myrrha), Chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllum)





CAPRICÓRNIO g

Data: 22 de dezembro a 19 de janeiro


Frase: "Eu uso"
Verbo: conseguir
Palavra: ambição
Natureza básica: organizadora, administradora, conservadora
Polaridade: feminino, negativo, yin
Quadruplicidade: cardinal
Elemento: Terra
Tipo do elemento: terra do alto da montanha
Regente: Saturno
Metal: chumbo

Símbolo de Capricórnio: g(a cabra que sobe lentamente uma montanha, com os pés firmes, de forma teimosa e obstinada, nunca andando para trás mas alternadamente para os lados em segurança até chegar ao topo) Anatomia e estrurura: ossos do esqueleto, dentes, pele e seus anexos (cabelos, unhas), joelho, tecido conjuntivo, vísceras digestivas, vesícula biliar, bile, melanócitos, síntese de proteína.

Ossos: patela

Músculos: semimenbranoso, semitendinoso, tensor da fáscia lata*, poplíteo.

Artérias: poplítea, medial superior do joelho, lateral superior do joelho, medial inferior do joelho e lateral inferior do joelho.

Veias: poplítea, safena parva Ligamentos do joelho: colateral da fíbula, colateral da tíbia, patelar, cruzado, poplíteo oblíquo

Funções secundárias do signo: síntese da proteína dos ossos.



Patologias ou tendências:



1. Artrite reumatóide - Capricórnio relaciona-se com ossos e articulações e facilita enfermidades crônicas. Saturno, regente do signo, favorece a degeneração das articulações.

2. Osteoartrose - O signo está relacionado com ossos e articulações e facilita enfermidades crônicas. Saturno favorece a degeneração das articulações. O elemento Terra propicia o aparecimento de deformidades como acontece nestes casos.



* Fáscia lata é um tecido fibroso que cobre os músculos no nível da região lateral da coxa. A fáscia lata pode ser tensionada por um músculo



3. Artrose dos joelhos - O signo está relacionado com ossos e articulações, particularmente os joelhos, e facilita enfermidades crônicas. Saturno favorece a degeneração das articulações.

4. Aterosclerose - Capricórnio predispõe a processos de obstrução e lentificação dos fluxos do corpo, além de favorecer doenças crônicas. O regente do signo causa esclerose dos tecidos.

5. Eczema seborréico e atópico - O signo está relacionado com a pele e favorece à cronicidade. Saturno e o elemento Terra predispõem a eczemas e a inflamações da pele.

6. Erisipelas - Capricórnio relaciona-se com a pele, e Saturno predispõe a inflamações da pele.

7. Saturnismo - O chumbo, metal relacionado a Capricórnio, se acumula no corpo.

8. Demência senil e mal de Alzbeimer - Capricórnio relaciona-se com doenças crônicas que acometem idosos, e Saturno, regente do signo, as favorece com embotamento emocional e lentificação do pensamento.

9. Litíase biliar - Capricórnio relaciona-se com a vesícula biliar e a bile, e Saturno predispõe à formação de cálculos.

10. Doença diverticular do cólon - Capricórnio relaciona-se com as vísceras do aparelho digestivo e favorece doenças crônicas e degenerativas.

11. Constipação intestinal - O signo se relaciona com as vísceras do aparelho digestivo e favorece doenças crônicas, além de propiciar processos de obstrução e lentificação dos fluxos do corpo. Saturno reduz as secreções do organismo, ressecando as fezes.

12. Diarréia crônica - O signo se relaciona com as vísceras do aparelho digestivo e favorece doenças crônicas. O elemento Terra propicia dificuldades digestivas que ocorrem neste caso. O paciente tem tanta dificuldade de digestão que sobra muito alimento no tubo digestivo. Este alimento é então degradado por bactérias que secretam substâncias que irritam o intestino e causam diarréia; neste caso predomina a deficiência digestiva sobre a obstrução dos fluxos. Este processo também causa o aparecimento de gases e de distensão abdominal.

13. Micose ungueal - O signo se relaciona com a pele e seus anexos e favorece à cronicidade. O regente do signo causa esclerose dos tecidos.



Características da personalidade:

A pessoa que nasceu sob o signo de Capricórnio possui ambição para o sucesso e uma constante sensação de que deve executar algo, de que tem uma obrigação a cumprir, um dever. Tem objetivos e sente que deve conseguir alcançá-los. Possui fé em sua própria capacidade e é capaz de encontrar soluções para seus problemas. É metódico no trabalho, preciso e aprecia a ordem. Nada pode impedir o nativo, nada barra seu caminho para o topo, nunca anda para trás. Possui muita intuição que utiliza para alcançar independência pessoal e segurança econômica. E prudente e utiliza tudo que leu ou viu para atingir seus objetivos. Consegue o que ambiciona de forma segura, sem arriscar nada.

É uma pessoa séria que dá a impressão de ser gelada, fria, mas, na verdade, o que existe por trás disso é reserva, prudência, timidez e uma grande necessidade de ser apreciado. Não existe neste signo nem magnetismo pessoal nem atração, o que vai ser percebido nele é uma profundidade e uma concentração.

Capricórnio não se surpreende com nada, é refratário ao melodramático, detesta demonstração de afeto público. É um velho quando criança e criança quando velho.

A pessoa do signo de Capricórnio se preocupa com o transcendente e com a sabedoria, mesmo sendo um signo de Terra, ou seja, apegado às coisas terrestres. Representa o eremita que medita no alto da montanha, implicando solidão. Portanto, liga-se aos processos de fechamento e, por extensão, de sabedoria. São pessoas que vivem bem a solidão mas tem uma tendência à melancolia.

Há dois tipos de Capricórnio:

1. Aquele que é despojado das coisas materiais mas ambicioso das coisas de ordem transcendental e da sabedoria, possuindo desejo de exercer o poder através disso. Concentra-se e se desliga do mundo material. Pode meditar e ficar só.

2. Aquele que é ambicioso, caracterizado por uma afirmação de si poderosa. É premeditado, pragmático, objetivo, de vontade bem dirigida, constante. Um capricorniano assim pode ter a emoção tão controlada que não possui escrúpulos. Constrói e tem mão de ferro.

Expressão positiva do signo: responsabilidade, capacidade de administrar, senso do dever, integridade, economia, perseverança, sangue-frio, prudência, paciência, estabilidade, concentração, meditação, sabedoria do essencial despojada de qualquer artifício (não é o mestre), ambição, amante da independência, reservado.



Expressão negativa: pessimismo, melancolia, descontentamento, rancor, frieza, isolamento, vingança com senso de justiça, reserva excessiva, egoísmo, concentração, avareza, importância exagerada do poder social (mesmo sem aparecer), rigor, severidade, negativismo, indolência, preguiça, sabe se aproveitar da fraqueza dos outros.





CAPRICÓRNIO
PATOLOGIAS
ERVAS
Artrite reumatóide
Garra do diabo (Harpagopbytum procumbens), Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Salgueiro-branco (Salix alba), Açafrão (Curcuma longa), Fang feng  (Ledebouriella sesloides)
Osteoartrose
Garra do diabo (Harpagopbytum procumbens), Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Açafrão (Curcuma longa), Marapuama (Ptycopetalum olacoides)
Artrose dos joelhos
Garra do diabo (Harpagopbytum procumbens),
Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Açafrão (Curcuma longa), Angélica (Angelica archangelica)
Aterosclerose
Erva-de-passarinho (Viscum rubrum), Açafrão (Curcuma longa), Mirra (Commiphora myrrha)
Eczema seborréico
Folha de nogueira (Juglans regia), Alcaçuz
(Glycyrrhiza glabra), Camomila (Matricaria
chamomilla)
Eczema atópico
Bardana (Arctium lappa), Amor-perfeito (Viola
tricolor), Folha de nogueira (Juglans regia)
Erisipelas
Bardana (Arctium lappa), Amor-perfeito (Viola
tricolor), Berberis (Berberis vulgaris)
Saturnismo
Psilium (Plantago psyllium), Cálamo aromático (Acorus calamus), Gengibre (Zingiber officinale), Ginco Biloba (Ginkcgo biloba)
Demência senil, mal de Alzheimer
Angélica (Angelica archangelica), Açafrão (Curcuma longa), Peônia (Paeonia officinalis), Mirra (Commiphora  myrrha)
Litíase biliar
Açafrão (Curcuma longa), Carqueja (Bacharis
trimera), Hortelã (Mentha piperita)
Doença diverticular do cólon
Carqueja (Bacharis trimera), Psilium
(Plantago psyllium), Açafrão (Curcuma longa)
Constipação intestinal
Carqueja (Bacharis trimera), Psilium
(Plantago psyllium), Angélica (Angelica
archangelica)
Diarréia crônica
Açafrão (Curcuma longa), Alcaçuz (Glycy rrhiza glabra), Marapuama (Ptycopetalum olacoides),  Gengibre (Zingiber officinale)
Micose ungueal
Berberis (Berberis vulgaris), Mirra
(Commiphora myrrha), Camomila (Matricaria
chamomilla)


Nenhum comentário:

Postar um comentário