Algumas palavras...

"O Céu é um grande livro, aberto, pelo amor de Deus, à inteligência do homem." Dr. Serge Raynaud de La Ferriè

segunda-feira, 21 de março de 2011

Configurações Natais a procurar...




EXISTEM CONFIGURAÇÕES NATAIS REALMENTE SIGNIFICATIVAS

Por exemplo, a Cruz T, a Grande Cruz, o Yod, o Retângulo Místico, a Estrela de Seis Pontas e etc....

 

E se quer saber se existe uma Cruz T (ou T Quadrado) no teu Mapa, é somente ver se há uma configuração que consiste em dois ou mais planetas em oposição, fazendo ambos quadratura a um terceiro planeta. Aqui é necessário equilibrar a oposição e resolver o desafio de duas quadraturas.
Dá pra perceber o quanto este configuração é energética e tensa. O terceiro planeta, que é o ponto focal, é o caminho para tentar se administrar toda essa energia. A casa oposta a do foco, também pode ser o caminho. Por isso esse terceiro planeta também é muito importante.

T-QUADRADO (ou Cruz T)

O T-quadrado (ou Cruz T) é composto de uma oposição e duas quadraturas. O planeta que quadra a oposição é um ponto focal de energia que dinamiza o aspecto.
    

  

GRANDE QUADRATURA

A grande quadratura é um aspecto composto de quatro planetas formando duas oposições e quatro quadraturas.

É um aspecto de muito desafio, pois a energia fica presa, limitando o nativo.



A Grande Cruz - aqui temos quatro quadraturas e duas oposições, envolve no mínimo quatro planetas e quatro casas, o que gera muita tensão. Ex: Sol aos dois graus de libra, Lua aos cinco graus de câncer, marte aos quatro graus de Áries e Saturno aos sete graus de Capricórnio. Como são muitas áreas envolvidas e a quantidade de energia, que deve ser trabalhada, esse é sem dúvida um ponto muito importante no mapa.
A pessoa precisa tomar consciência desse enorme potencial energético, que trás dentro de si e começar a usá-lo de uma forma produtiva, conforme faz isso, ela se torna capaz de grandes esforços, podendo ir longe na vida.

Obs: tanto a Cruz t e a Grande cruz, são classificadas em cardeais, fixas e cardeais, já que os planetas que as formam, geralmente estão na mesma qualidade. A tensão não só traz o pior dos planetas, mas o pior da qualidade, até que se aprenda a usar sua energia de uma maneira construtiva.



YOD

Aspecto formado por dois quincúncios e uma sextilha.

Também chamado de "Dedo de Deus", pode representar doenças. O ápice do Yod mostra, por planeta e por signo, o tipo de doença que pode vir a se manifestar.




O Yod - é formado quando um planeta recebe dois quincúncios de dois planetas diferentes que estão em sextil, criando um triângulo. É denominado, muitas vezes, como o “Dedo do Destino” ou “Mão de Deus”, e é o ponto focal, porque a necessidade de fazer ajustes (quincunces) é, o que nos faz, usar oportunidades criadas pelos sextis. A energia harmônica dos dois planetas que estão formando o sextil entre si passam através dos dois quincuncios e assim, pode-se perceber que as dificuldades relativas aos quincuncios são auxiliadas pela harmonia do sextil. Porém depende dos dispositores dos planetas envolvidos no Yod.

O quincúncio é normalmente interpretado como um aspecto difícil, contudo poderemos constatar que um Yod é a "Mão de Deus" que intervém, entrando na vida, elevando-a acima das dificuldades e colocando-a no rumo certo. Assim ocorre uma intervenção divina por meio do Yod, na medida em que se aprende a submeter o ego e os desejos. Como resultante do acúmulo de tensão revelada pelos quincunces, o Yod é frequentemente associado à problemas de saúde. Esses problemas aparecerem mais ligados a área sexual e atua exigindo uma postura mais seletiva dos hábitos praticados através da sexualidade.

O Yod requer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida, que é transmitida através de Mercúrio no mapa. É muito similar a quando se chega a um caminho com uma bifurcação O momento da crise: escolher uma direção a seguir sem que se saiba para onde qualquer das duas direções leva, a menos que a pessoa entenda o “código” do aspecto revelado na posição dos planetas. Assim, essa mudança de rumo não consiste numa escolha consciente e segura se não decifrarmos esse código.

Os Yods temporários formados por um trânsito ou progressão revelam situações de longas enfermidades, morte, separações, ou outro tipo de situação sobre a qual não se têm controle. No entanto é importante lembrar que em qualquer destes casos o Yod não atuará sozinho, mas deverá estar reforçado por outras indicações no mapa.



RETÂNGULO MÍSTICO

O retângulo místico é formado de duas oposições e fechado por duas sextilhas e dois trígonos.

É um aspecto de conflito, porém com força para soluções de autodesenvolvimento.




Retângulo Místico - Apesar do nome, não há nada místico sobre o retângulo místico, tanto quanto sabemos. Pertence à família dos aspectos relacionados ao número 3 e forma a imagem de um envelope fechado. Como o grande trígono, o retângulo místico é uma combinação de quatro planetas ligados por dois trígonos, dois sextis e por duas oposições que são fatores de complementaridade e coesão.

Parece haver uma estabilidade mais ampla e dinâmica que o Grande trígono. Os sextis indicam o foco da comunicação, enquanto a oposição dá uma visão mais ampla das coisas e visa integrar valores complementares e antagônicos à medida que a pessoa amadureça. Quanto aos trígonos, são fatores de estabilidade. O que torna o Retângulo Místico interessante é que, apesar de externamente harmônico, esconde, no seu interior, as tensões geradas pelas oposições. Isto foi o que deu origem à designação de Místico, no sentido de guardar o secreto.

Esta configuração representa um esforço contínuo para transformar as tensões internas em harmonia sem permitir que elas transpareçam. Essas tensões constituem o fator estimulante e encorajador na busca de soluções. Em determinadas circunstâncias pode ser um fator que envolva jogo de cintura para enfrentar as adversidades.

O Retângulo Místico também pode ser formado por duas semiquadraturas e duas sesquiquadraturas e possui igualmente duas oposições no seu interior. Nesse caso, as influências das semi e sesquiquadraturas atuam de forma desagregadora incitando aos antagonismos. Contudo, neste caso, as tensões adicionais das oposições podem resultar em um estímulo extra que gera força para que a pessoa aprenda a lidar com esta configuração.

Muitas vezes precisamos contemporizar aquilo que desejamos com o que seja possível realizar. Assim podemos criar estratégias compensatórias que, inconscientemente, acobertam o conflito ao invés de resolvê-lo. É o caso, por exemplo, de uma pessoa que está vivenciando um mau relacionamento e sabe que precisa romper mas prefere manter o relacionamento a que está acostumada ao invés de se arriscar a um novo relacionamento. Assim, os verdadeiros conflitos são ocultados por uma benevolência, criando uma zona de conforto, da qual reluta em sair, até que o conflito se evidencia e quando estoura a pessoa não sabe como lidar com ele de forma satisfatória, porque nunca o reconheceu e nunca o enfrentou.

Quando há essa configuração no mapa natal é necessário reconhecer esses conflitos e resolvê-los, pois a energia cruzada indica força para superar obstáculos. Isso é particularmente possível quando um planeta em trânsito forma um grande trígono com dois planetas do retângulo, formando a imagem de um envelope aberto. Então toda gama de potenciais adormecidos se tornam conscientes e são expostos. É um momento altamente propício para aceitar os desafios que a vida impõe. Não reconhecer e não aceitar os desafios pode fazer perder excelentes oportunidades que poderiam se traduzir em prosperidade.
Cada um de nós tem um dom, um talento e potencial único que nos coloca em sintonia com o fluxo universal de abundância. A configuração que se forma, quando o envelope é aberto, nos mostra diferentes possibilidades de usarmos esse potencial e passar a utilizá-lo. Não reconhecer esse potencial é permitir ser levado a desafios que exigem a busca de forças internas jamais imaginadas. Porém aceitando-os, a vida se encarregará de levá-lo na direção de excelentes oportunidades.

As casas astrológicas das pontas dos retângulos assim como a casa ocupada pelo planeta que abre o envelope podem informar as áreas da vida que estarão sendo afetadas pelo transito. É o momento de sair da zona de conforto e ir em busca do que pede verdadeiramente o seu coração.



Estrela de Davi ou Estrela de 6 pontas - A figura da Estrela de Davi ou Selo de Salomão é duplamente benéfica e muito rara. Este hexagrama formado pela união perfeita de 6 trigonos ligados a 6 sextis, forma a figura perfeita de 6 pontas. Conhecida como o Selo de Salomão ou Estrela de Davi, é o emblema de Israel. Este símbolo tem muitos significados ocultos, mas astrologicamente é pouco definido, provavelmente devido à sua raridade. Estatisticamente é quase impossível obter uma forma perfeita.

Pode-se prever que o número 6 possa oferecer estabilidade e harmonia para quem possui essa figura em seu mapa, mas também sua propriedade de facilitação pode conduzir igualmente à inércia, tal como o Grande trigono. Muitas vezes energias harmônicas se traduzem em pouca falta de vontade. No entanto, a interpretação da figura Estrela de Davi é diferente daquela do grande trígono, visto que os planetas em trígono são ativados pelos planetas em sextil e ainda pelas oposições dos planetas.

São possíveis diversas combinações de elementos diferentes quando a figura é imperfeita e inclui planetas que já estão nos primeiros graus de signos de elementos diferentes. Porém, mesmo a associação perfeita ou imperfeita de elementos, traz plenitude e riqueza de dons e talentos que nem sempre estão presentes no Grande trígono.

A Estrela de Davi proporciona uma nobreza marcante e recursos poderosos que se expressam na capacidade de irradiar e não na capacidade de agir. Embora ainda haja pouca definição de sua atuação, o princípio da figura é de harmonia que se expressa de acordo com os planetas e os elementos envolvidos. A presença da moderação, ponderação e equilíbrio, tornam os opostos complementares: da razão com a intuição, da ação e força com a delicadeza, etc.

Essa configuração é relacionada a David porque ele expressou compaixão até mesmo para aqueles que intencionavam lhe fazer o mal e tinha o dom de despertar simpatia e auxílio por parte das pessoas. A estrela de seis pontas é uma figura muito poderosa, pois aparece na natureza e através dos ângulos dos planetas que formam no céu. Por isso, a pessoa que tem a estrela de 6 pontas em seu mapa tem um grande carisma e a capacidade de despertar a simpatia nos outros. Além disso, é portador de grande sensibilidade, criatividade, capacidade de liderança e pode ser muito beneficiado pelo casamento ou pela associação com outros, que se traduz nas oposições presentes nessa configuração.

No interior da estrela de David estão contidos três retângulos, chamados na astrologia de Retângulo Místico. No Egito este retângulo simbolizava o caixão de Osiris, que foi morto e esquartejado por seu irmão Set. Isis, também chamada A Redentora, juntou suas partes espalhadas e conseguiu fazê-lo ressuscitar num plano mais elevado. Esse era o grande mistério bem guardado pelos sacerdotes egípcios. Assim também, os retângulos místicos contidos dentro da Estrela de David confere o poder de ressuscitar, ou seja, renascer após os golpes duros da vida, ao reunificar corpo, sensações e sentimentos, resgatando assim a plenitude.

O ponto mais elevado da estrela na Árvore da Vida aponta para Daat, que é a conquista da imortalidade. Os sextis que ligam os triângulos da estrela de David formam a estrela chamada Rosa dos Ventos. A estrela de seis pontas é de natureza feminina. Geometricamente na Cabala cada ângulo possui um som, e o seu é o "Lá", que é nota da harmonia universal. "Lá" em Hebraico significa "Para Ela" , que é o próprio encontro da alma. O Escudo de David, traz proteção contra o mal espiritual e físico. Nos momentos de perigo os judeus mentalmente invocam a proteção de seu Rei David, mas quem tem a Estrela de 6 pontos em seu mapa, já nasceu protegido. Ainda que se sinta confortável dentro de possíveis conflitos, deve mover-se em direção à sua missão de vida, explorando seus dons e talentos.





GRANDE TRÍGONO



O grande trígono é formado por três trígonos e é um aspecto de inércia: ao mesmo tempo que protege o nativo, diminui sua força e seu dinamismo.







PIPA



O aspecto pipa ou papagaio é formado por três trígonos, uma oposição e duas sextilhas.

É um aspecto mais dinâmico porque a oposição estimula a ação do nativo.










É isso aí! Aqui estão as principais configurações.








3 comentários:

  1. Gostaria de saber sobre a oposição multipla formado por um stellium. (configuração martelo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel, nunca ouvi falar dessa configuração. Vou pesquisar e te retorno.

      Excluir
  2. Olá Martha!
    Muito bacana a aula!
    Ficou faltando a estrela de seis pontas...
    Qual o seu significado no mapa?
    Um abraço

    ResponderExcluir